sábado, 8 de julho de 2017

Reportagem Italiana: Papa Francisco Completamente Pirado Politicamente


Papa Francisco dessa vez mostra que "pirou de vez". Se é verdade o que diz o jornalista socialista Scalfari. O Papa gosta muito desse jornalista já deu entrevistas exclusivas pra ele.

Scalfari diz que o Papa ligou para ele e pediu para dar uma entrevista. O Papa estava preocupado com o g20.

O Papa acha que Estados Unidos, Rússia, China e até a Coréia do Norte têm uma "visão distorcida do mundo" e formam uma aliança (!) que prejudica os imigrantes. Além disso, o Papa disse que ele há muito tempo acha que a Europa deveria ser uma federação de estados e não mais países independentes.

Infelizmente, a reportagem mostra um Papa juvenilmente idiota. Tanta maluquice em uma reportagem que nem sei por onde começar.

Melhor deixar pra lá. Rezemos pelo Papa e pela Igreja.

Vejam a reportagem como foi descrita em ingles pela CNS News.

Pope Francis Says America Has ‘a Distorted Vision of the World’


(CNSNews.com) - Pope Francis told the Italian newspaper La Repubblica on Thursday that the United States of America—and Russia, China, North Korea and Bashar al Assad's Syria—have “a distorted vision of the world"--("una visione distorta del mondo," as reportetd in Italian by La Repubblica).
The pope made the observation in an interview with La Repubblica reporter Eugenio Scalfari.
“Last Thursday, I got a call from Pope Francis,” Scalfari reported. “It was about noon, and I was at the newspaper when my phone rang.”
He said the pope wanted to see him at four that afternoon, according to a Google translation of the Italian report.
“Pope Francis told me to be very concerned about the meeting of the G20.” Scalfari wrote.
“I am afraid there are very dangerous alliances between powers who have a distorted view of the world: America and Russia, China and North Korea, Russia and Assad in the war in Syria,” the pope said.
As printed in Italian in La Repubblica, the pope said: "Temo che ci siano alleanze assai pericolose tra Potenze che hanno una visione distorta del mondo: America e Russia, Cina e Corea del Nord, Russia e Assad nella guerra di Siria."
As transclated into English by Agence France Presse, which picked up the story, Pope Francis told La Repubblica: “I worry about very dangerous alliances between powers which have a distorted vision of the world: America and Russia, China and North Korea, (Russian President Vladimir) Putin and (Syria’s Bashar al-) Assad over the war in Syria.”
“The danger concerns immigration,” the pope continued to La Repubblica, as translated by AFP. “Our main and unfortunately growing problem in the world today is that of the poor, the weak, the excluded, which includes migrants.”
“This is why the G20 worries me: It mainly hits immigrants,” Pope Francis said, according to AFP.
In the same interview, according to La Repubblica, Pope Francis said that Europe must take on a "federal structure."
"I also thought many times to this problem and came to the conclusion that, not only but also for this reason, Europe must take as soon as possible a federal structure," the pope said, according to the Google translation of the La Repubblica article.


4 comentários:

Isac disse...

Já ouvi comentario de igual teor que o papa Francisco estaria algo perturbado.
No entanto, independente dele, que o mundo atual está merecendo toda sorte de pesados castigos é fato!
Imagine que há décadas estamos imersos no caos, à nossa frente, de cristãos submissos, apáticos, sob as patas de comunistas- BR, AG, USA(Obama) etc., subsidiarios da maçonaria, impostores de ideologias e nossos pastores - raras exceções silentes - vendo o povo ser subvertido, tantos até os ajudando - quer algo pior?

Isac disse...

Errata: "raras exceções silentes". Leia-se: salvo raras exceções denunciando-os, e os muitos mais restantes pró heterodoxos ou silentes...

Anônimo disse...

Lamentável...
Um Mundo distorcido não serve ninguém,só mesmo a quem perdeu a visão ou se perdeu no pensamento...

RICARDO LIMA disse...

Fontes esquerdista quase nunca são confiáveis.

Mas, se o que fala este repórter for verdade, pobre Papa Francisco (e pobre de nós, católicos). :(